25 alunos da Rede Municipal de Ensino conquistam medalhas de ouro, prata e bronze na 21ª Olimpíada Brasileira de Astronomia e Astronáutica. A conquista do número de medalhas é inédita na Rede Municipal de Ensino.

Os alunos medalhistas de ouro são: Kályson Adriel Queiroz do Centro de Educação Municipal Deputado Manoel Rodrigues; Franscisco Linderbergueson Lopes Sampaio e Rafaela Sousa Sampaio da Escola Municipal João Leite; João Gabriel Marques de Freitas da Escola Municipal João Cirino Nogueira.

Os alunos medalhistas de prata na OBA são: Francisca Luana Vitória Marinho da Escola Municipal Dr. César Campelo; Ana Beatriz Sousa da Silva, Samara Sampaio da Silva, Antônia Ronielle Teófilo Rocha, Antônio Alexandre Silva de Meneses, Antônio Fernando Canuto Sousa, Antônio Hyorran Teófilo dos Santos, José Daniel Rocha Meneses e Kevilania da Silva Teófilo da Escola Municipal João Leite; José Ailton Sousa
Braz da Escola Municipal Direitos Humanos e Antônia Kálibe Félix Abreu da Escola Municipal João Cirino Nogueira.

Já os alunos que conquistaram medalhas de bronze são: Jamily Moreira Silva, Mariana Alberto do Nascimento e Rayanne Évilyn do Nascimento do Centro de Educação Municipal Deputado Manoel Rodrigues; Éric Paulo da Escola Municipal Manoel Cordeiro; Francisco Kauã da Silva Santos, Francisca Marli Marinho Gomes, Maria Hainny Agatha de Abreu e Francisco Victor Santiago da Escola Municipal Dr. César Campelo; Francisco Carlos da Silva e Francisco das Chagas Vieira dos Santos da Escola Municipal João Leite.

Para a Secretária de Educação, Rejane Batista, a conquista é fruto de um trabalho conjunto com os alunos, pais, professores, diretores, coordenadores e todos que contribuem diariamente com a Educação de Maranguape, cujo objetivo é seguir avançando com excelentes resultados.

Em maio de 2018, alunos das Escolas Municipais realizaram prova escrita e a prova complementar da 21ª A Olimpíada Brasileira de Astronomia e Astronáutica. A Olimpíada tem o intuito de disseminar os conhecimentos básicos de forma lúdica sobre ciência espacial e despertar o interesse dos alunos pela área.

Deixe uma resposta