Em comemoração ao Dia Nacional da Luta Antimanicomial, celebrado no dia 18 dia maio, a Prefeitura de Maranguape, por meio da Coordenação de Saúde Mental da Secretaria de Saúde, promove, dos dias 15 a 19 de maio, a II Semana da Luta Antimanicomial de Maranguape. Durante a ação, serão realizadas rodas de conversa, blitz educativa, caminhada, exposição e momentos culturais.

Na segunda-feira (15), foi realizada visita ao Museu do Chico Anysio e musicoterapia com o profissional Cláudio Bittencourt. O ponto de encontro foi no Centro de Atenção Psicossocial Álcool e outras Drogas (CAPS-AD) de Maranguape.

Na terça-feira (16), às 9h, entre as ruas Mundica Paula com Dr. João Bezerra, foi promovida a Blitz da Saúde Mental e um teste rápido de ansiedade. Já às 14h, no Centro de Atenção Psicossocial, foi realizado o Cine Caps, com o filme Nise “O Coração da Loucura” e a exposição “O museu do inconsciente”.

No dia 17 de maio, às 9h, no Centro de Atenção Psicossocial (CAPS) Infantil, será apresentado um vídeo debate com o tema “Saúde Mental na Infância e Adolescência.

Já no penúltimo dia de ação, dia 18 de maio, às 9h, na Câmara Municipal de Maranguape, acontecerá uma mesa redonda com debate sobre “Atenção à crise em saúde mental: O papel da rede intersetorial”. Às 13h, a mesa redonda discutirá sobre o tema “Transtornos Mentais Específicos da Infância e Adolescência”. E, para encerrar o dia de programação, às 14h30, terá debate com a temática “Atenção Psicossocial e Rede Intersetorial”.

No último dia de programação, acontecerá, às 16h, a Caminhada Antimanicomial. Encerrando a II Semana da Luta Antimanicomial de Maranguape, a partir das 17h30, terá apresentação cultural e tendas da Saúde e Ação Social. O local das duas ações serão na praça Capistrano de Abreu, no Centro da cidade.

O Dia Nacional da Luta Antimanicomial é celebrado no dia 18 dia maio e esse movimento visa batalhar pelos direitos das pessoas com sofrimento mental.

Centro de Atenção Psicossocial (CAPS)

CAPS Geral: Atende pessoas com transtornos mentais graves ou persistentes. É localizado na rua José Mota, 58, no bairro Parque São João. Telefone: (85) 3369.5116.

CAPS AD: Atende pessoas que estão em sofrimento por conta do uso abusivo de álcool e outras drogas. O Caps AD, fica na rua Mundica Paula, 418, Centro. Telefone: (85) 3369. 9365.

CAPS Infantil: Acolhe crianças e adolescentes com transtornos metais graves e persistentes. O centro fica na rua Coronel Manuel Paula, 472, Centro. Telefone: 3341.1995.

Deixe uma resposta