A Prefeitura de Maranguape, por meio da Secretaria de Saúde, implantou no município, desde o dia 2 de março, o projeto “Curativo em Domicílio” com o intuito de fornecer o atendimento domiciliar aos pacientes que necessitam de curativo e não têm condições mínimas de se locomover para uma Unidade Básica de Saúde. O atendimento é feito por uma técnica de enfermagem.

Até o momento, um dos casos mais atendidos para realização do curativo é o de pessoas com o pé diabético, problema de saúde decorrente da diabetes causado por uma ferida que não cicatriza e ainda infecciona. De acordo com a coordenadora da Atenção Básica do município, Danielle Leite Gondim de Castro, foi verificado um aumento significativo na cidade nos casos de pé diabético.

Para tratar essas feridas, evitar amputações e agravamentos decorrentes de outros ferimentos, uma técnica de enfermagem da Secretaria de Saúde realiza o atendimento na residência do paciente acamado. Os curativos são feitos diariamente.

O atendimento domiciliar da profissional de saúde é feito apenas para os pacientes com ferimentos e que não possuem condições mínimas de locomoção. Para solicitar o serviço, o paciente precisa realizar um cadastro em um dos postos de saúde de Maranguape.

Deixe uma resposta