A Prefeitura de Maranguape, por meio da Secretaria de Saúde e da administração do Hospital Municipal Dr. Argeu Braga Herbster, repudia veementemente a ação irregular e clandestina de despejo de lixo hospitalar ocorrida nesta semana na parte externa do equipamento público. Por uma questão de saúde e responsabilidade, a Prefeitura já está recolhendo os resíduos despejados e dará a destinação devida.

Além disso, para evitar este tipo de atitude e colaborar com a continuação do bom serviço prestado sem interferências infames, a origem destes resíduos despejados será investigada pelo município. Tendo em vista que o material recolhido não faz parte do lixo hospitalar produzido no Hospital Municipal.

O Hospital Municipal informa, ainda, que a coleta de lixo hospitalar acontece na unidade uma vez por semana, sendo realizada por uma empresa especializada neste serviço. Todo o material recolhido é incinerado.

E lembra que, em janeiro de 2017, o município coletou um total de 32 toneladas de lixo hospitalar produzido no Hospital Municipal. Na ocasião, a coleta de lixo hospitalar no Hospital Municipal não ocorria desde agosto de 2016. Naquele mesmo momento, a Secretaria de Saúde também promoveu a coleta de lixo domiciliar, o produzido dentro do hospital por pacientes e profissionais de saúde, que não acontecia desde outubro de 2016.

Com responsabilidade, a Prefeitura de Maranguape reafirma o seu compromisso com o bem-estar da população e reforça o trabalho desenvolvido para promover um serviço público de qualidade para todos os maranguapenses.

Deixe uma resposta