Visando combater à exclusão escolar de crianças e adolescentes, na faixa etária de 4 a 17 anos foi realizada na manhã desta sexta-feira (15), encontro com os diretores das Escolas da Rede Municipal de Ensino de Maranguape sobre a Plataforma Busca Ativa Escolar.

Durante o encontro, os gestores debateram sobre o monitoramento dos alunos faltosos e a importância de trabalhar de forma intersetorial para a identificação de uma criança ou adolescente fora da escola.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

A Plataforma Busca Ativa Escolar, implantada no município em 2018, conecta gestores públicos de diferentes pastas (Educação, Saúde, Assistência Social, Planejamento, entre outros) para identificar os problemas que impedem a criança ou o adolescente de ir à escola e garantir sua permanência na sala de aula. A Plataforma Busca Ativa Escolar foi desenvolvida pelo Instituto TIM e UNICEF em parceria com os municípios brasileiros.

Em 2018, a Secretaria de Educação de Maranguape identificou cerca de 33 alunos fora da escola. Atualmente, esses alunos estão em sala de aula e são monitorados para garantir sua permanência na escola.

Deixe uma resposta