Para potencializar a abordagem na atuação e proporcionar uma formação profissional na área da Vigilância em Saúde, nesta sexta-feira (4), 49 agentes de endemias de Maranguape iniciaram um curso de formação do Projeto “Itinerários do Saber”. A atividade tem 60 horas e acontecerá em 4 encontros durante este mês de maio.

Segundo os profissionais da Escola de Saúde Pública do Ceará, as atividades que vão potencializar a abordagem dos agentes nas áreas de atuação deles.

A ESP-CE programou este curso com o objetivo de responder às necessidades de formação profissional na área de Vigilância em Saúde, de modo a facilitar o acesso do estudante às conquistas cientificas e tecnológicas da sociedade globalizada.

O Projeto Itinerários do Saber tem como objetivo promover o desenvolvimento de estratégias para a qualificação dos profissionais de saúde de nível médio/técnico, visando o aperfeiçoamento do Sistema Único de Saúde (SUS).

Esta iniciativa é do Ministério da Saúde, por meio do Departamento de Gestão da Educação na Saúde (DEGES) da Secretaria de Gestão do Trabalho e da Educação na Saúde (SGTES), que atua em conjunto com o Instituto de Comunicação e Informação Científica e Tecnologia em Saúde da Fundação Oswaldo Cruz (ICICT/FIOCRUZ) e com a Rede de Escolas Técnicas do Sistema Único de Saúde (RETSUS).

Deixe uma resposta